Terra Caminhos e Parcerias - Início Terra:
Trabalho Infantil
 


CANUDOS VELHO - ALTO ALEGRE - BA


450 Km ao norte de Salvador, final da BR 116, açude de Cocorobó. Desde 1995 a região vem enfrentando uma das piores secas da história. Caprichos da história... com isso as ruínas da Canudos, erguida pelos discípulos de Antonio Conselheiro, voltou a aparecer depois que secou o açude.

A área foi represada no início da década de 60. As famílias que lá permaneceram depois da guerra, viram Canudos sucumbir mais uma vez, agora coberta pela água.

Porém, cerca de 30 famílias resistiram, às margens do açude de Cocorobó construiram suas casas de pau-à-pique e passaram a viver da pesca e do roçado.

Hoje seu nome é Alto Alegre, mas a placa na entrada diz: Canudos Velho. A pequena comunidade hoje revive Canudos duas vezes: nas ruínas e na luta, desta vez contra a seca.

 

VALENTE - BA

A 232 km de Salvador, cortada pela Rodovia do Sisal, fica Valente. A cidade, no começo deste século, era uma imensa fazenda de gado. Um certo dia, tentaram levar um boi para o matadouro. Porém, a valentia do boi surpreendeu a todos: ele não se entregou, lutou resistiu, fugiu, e foi morrer afogado numa aguada, como que por vontade própria. Assim, mudaram o nome da fazenda para Boi Valente, e em 1941, quando o povoado virou cidade, abreviaram para Valente. Este continua sendo o espírito dos moradores da cidade que contam com orgulho a história do Boi Valente. São 17.714 habitantes, mais de 8 mil vivem na zona rural, trabalhando na terra (principalmente em plantações de sisal), resistindo à seca, valentes sertanejos.

RETIROLÂNDIA - BA

Na altura do km 63 da Rodovia do Sisal, a 221 km de Salvador, fica Retirolândia. Pelas ruas da cidade não se vê seus 12 mil habitantes. Para isso, é preciso conhecer a zona rural, através de inúmeras vias de terra que se entrelaçam e vão revelando casas e vilas escondidas pelas plantações de sisal. São mais de 8 mil moradores na zona rural, 2/3 da população do município.

 

Tópicos Relacionados:
 
Veja o programa. Conheça a atuação da entidade. Confira a manifestação cultural.

Envie seus comentários e sugestões para o programa: caminhos@tvcultura.com.br
| Caminhos e Parcerias | Terra |