volta - Alô Escola

Etimologia   
 
 

Dias da semana

Vamos acompanhar trechos de duas letras de músicas que possuem algo em comum. A primeira delas é "A Feira", gravada pelo grupo O Rappa:

É dia de feira
Quarta-feira, sexta-feira
Não importa a feira
É dia de feira
Quem quiser pode chegar...

A outra canção é "Perplexo", gravada pelos Paralamas do Sucesso:

... Segunda-feira, terça-feira, quarta-feira
quinta-feira, sexta-feira, sábado
de aleluia.
Eu vou lutar, eu vou lutar
eu sou Maguila, não sou Tyson.

Nas duas letras aparece a seqüência dos dias da semana em português.
Quando alguém estuda uma língua estrangeira (espanhol, Italiano ou francês, por exemplo), logo nota que os dias têm nomes parecidos. Vamos ver como é "segunda-feira" nessas línguas:

italiano: "lunedi"
espanhol: "lunes"
francês: "lundi"

Em inglês é "monday". Ou seja, em todos esses idiomas a segunda-feira é sempre o "dia da lua", ao pé da letra. E, em português, os dias da semana são sempre terminados por "feira". Essa é a dúvida de muita gente e também da nossa telespectadora Gláucia Greggio, que enviou e-mail perguntando por que os dias da semana recebem têm esses nomes.

A explicação é muito simples. No português já houve nomes como os que são dados nas outras línguas, mas a Igreja Católica, a certa altura, obrigou à mudança porque os nomes eram baseados em deuses pagãos. "Feira", na linguagem litúrgica, é "dia de trabalho". É o dia em que se trabalha, em que se festeja algum santo que não é o Senhor. O Dia do Senhor, como todo mundo sabe, é o domingo, o primeiro dia da semana. Por isso, entre nós, os chamados "dias úteis" começam pela segunda-feira.