volta - Alô Escola

Problemas Gerais   
 
 

Uso do "por que"

Vejamos um trecho da canção "Pedacinhos", de Guilherme Arantes:

Pra que tornar as coisas
tão sombrias
na hora de partir?
Por que não se abrir?
Se o que vale é o sentimento
e não palavras quase
sempre traiçoeiras
e é bobeira se enganar.

Nessa canção, Arantes usa a frase "Por que não se abrir?". Esse "por que" é separadíssimo! Toda vez que for possível substituir o "por que" por "por qual razão" ou "por que razão", ele deve ser escrito separado:

por que não se abrir
por qual razão não se abrir

Observe este trecho da canção "Coisa Mais Linda", de Carlos Lyra:

... Coisa mais linda
é você assim
justinho você - eu juro -
eu não sei
por que você
não me quer mais...

"Eu não sei por que você não me quer mais" equivale a dizer "eu não sei por qual razão você não me quer mais". Sempre que a troca for possível, escreva "por que" separado.