volta - Alô Escola

Pronomes   
 
 

Uniformidade de tratamento
Os pronomes "te" e "lhe"

Na linguagem do dia-a-dia é muito comum o uso de pronomes de pessoas diferentes.

Você fez o que eu te pedi?

Na linguagem formal isso não seria posssível."Você" é 3ª pessoa, "te" é 2ª pessoa. O correto seria dizer:

Você fez o que eu lhe pedi?

Às vezes o exagero é maior. Veja o exemplo no nome da música "Eu te amo você", de Kiko Zambianchi.

São dois os problemas nesse título: a mescla de "te", que é pessoa, e de "você", que é pessoa. Ocorre também uma repetição desnecessária de pronomes: "Eu te amo você".

É perfeitamente possível dizer "Eu te amo a ti", já que os pronomes estão na mesma pessoa. No
dia-a-dia ouve-se também "Eu te disse pra você". O correto seria "Eu te disse a ti". Mas é uma forma inadequada para o padrão informal. Ficaria melhor numa linguagem mais formal.