volta - Alô Escola

Numerais   
 
 

Ordinais, cardinais
"Essa mulher é dez"

Na vida escolar, todos nós um dia aprendemos os numerais, aquela classe de palavras que trata dos números. "Um, dois, três..." são os cardinais, que indicam quantidade. "Primeiro, segundo, terceiro..." são os ordinais, que indicam ordem. Depois temos "dobro, triplo, quádruplo...", que são os multiplicativos. Temos ainda "um meio, um terço, um quarto...", que são os fracionários.

Os numerais podem adquirir maior expressividade quando assumem outras funções gramaticais.

Vamos a um trecho da canção "Corações a mil", gravada pela cantora Marina Lima:

Minhas ambições são dez
dez corações de uma vez
pra eu poder me apaixonar
dez vezes a cada dia
setenta a cada semana
trezentas a cada mês...

A letra diz: "Essa mulher é dez". Por que "dez"? Porque vem de "nota dez", a nota máxima. O numeral deixa de ter valor numérico e passa a ter valor de adjetivo.

No verso "minhas ambições são dez", podemos ter um duplo sentido. Elas são "dez" porque são maravilhosas, são valiosas. Ou são mesmo dez ambições.

Em seguida, Gilberto Gil (autor da letra) começa a fazer contas na letra da música: se são dez vezes por dia, são setenta em uma semana e trezentas em um mês. É mesmo um modo criativo de utilizar os numerais, reforçando o exagero para mostrar a força da idéia. A começar pela letra da música, "Corações a mil". Nós usamos muito essa expressão, "hoje estou a mil", ou seja, "estou a mil por hora", "estou com o gás todo."