volta - Alô Escola

Paradoxo   
 
 

Encontro de idéias opostas

Imagine esta situação: enfrentam-se Palmeiras e Corinthians, e Marcelinho do Corinthians marca um gol; um palmeirense se levanta e vibra.

Se você tivesse de usar um adjetivo para definir a atitude do palmeirense que vibrou com o gol de Marcelinho contra o Palmeiras, que adjetivo você usaria?

Veja um caso que mereceria adjetivo semelhante numa das chamadas "Canções que você fez pra mim", de Roberto e Erasmo.

É tão difícil olhar o mundo
e ver o que ainda existe
pois sem você
meu mundo é diferente
minha alegria é triste.


O último verso diz: "...minha alegria é triste". A alegria e a tristeza se opõem. Como é possível que a alegria tenha como característica básica a tristeza? Trata-se de um paradoxo, encontro de idéias que se opõem. É a partir dessa palavra que se forma o adjetivo que poderia qualificar a atitude do torcedor: paradoxal. Se a minha alegria é triste, ela tem uma qualidade que é antagônica a sua própria natureza.

Assim, o entusiasmo do palmeirense com o gol do Marcelinho seria, sem dúvida, um entusiasmo paradoxal.