volta - Alô Escola

Ironia   
 
 

Expressões com duplo sentido

Você já parou para pensar no significado da expressão "ilustre desconhecido"? Nós a utilizamos quando nos referimos a um cidadão comum, uma pessoa que não é famosa.

Tempos atrás, quando o então candidato à presidência Fernando Henrique Cardoso teve seu nome incluído numa pesquisa popular, descobriu-se que pouquíssimas entre as pessoas ouvidas sabiam de quem se tratava. E o candidato já era ministro de Estado. Na época, o jornal Folha de S. Paulo fez um texto interessante, referindo-se a Fernando Henrique como um ilustre desconhecido, mas não no sentido comum da expressão. O texto queria dizer que de fato o candidato era uma pessoa ilustre, por toda a sua carreira acadêmica e política, mas ainda assim uma pessoa desconhecida do grande público. Nesse caso a palavra "ilustre" foi usada no seu sentido efetivo, registrado normalmente pelos dicionários, mas compondo uma expressão que tem duplo sentido.

Muitas palavras podem ser empregadas em mais de um sentido, como na canção de Rita Lee, "Obrigado Não":

Quanto mais proibido
Mais faz sentido a contravenção.
Legalize o que não é crime
Recrimine a falta de educação.
Gravidez versus aborto -
Quem quer nascer no mar morto?
Quem quer morrer
Antes da concepção?
Obrigado não, obrigado não

Preste atenção na letra e note que no último verso a palavra "obrigado" tem duplo sentido. Ao mesmo tempo em que ela quer dizer "Não, obrigado, isso eu não quero", também quer dizer que não é agradável fazer algo por obrigação; bom mesmo é fazer com consciência.

Dessa forma, a palavra "obrigado" é usada de uma forma que ultrapassa o sentido que normalmente tem no uso comum da língua portuguesa. A letra da música, muito inteligente, comprova que o seu título faz sentido, ou melhor, faz duplo sentido.